A Casa das Orquídeas (Lucinda Riley)

Oi gente!! Tudo bom com você???

Quanto tempo não trago dica ou resenha de livro por aqui, né?? E hoje eu trago a resenha de um livro maravilhoso, posso dizer que foi um dos melhores livros que li.

A história é linda, a autora nos transporta para três lugares diferentes, ao mesmo tempo em que nos apresenta a história, o suspense e os segredos ela nos faz viajar e imaginar cada detalhe da França, da Inglaterra e da Tailândia.

O livro é bem grande, no total de 558 páginas, por isso pode ser que a resenha fique um pouco grande também, mas vou fazer de tudo para não dar spoilers, tá??

A casa das orquideas

Júlia Forrester perdeu a mãe aos 10 anos de idade, sua irmã Alícia alguns anos mais velha tomou as rédeas e foi quem sempre tentou ajudar, mas Júlia sempre achou que a irmã queria assumir o lugar da mãe, algo que ela achava inadmissível e irritante. Júlia se fechou no seu mundinho assim como o pai. Quando criança, as duas frequentavam Wharton Park nas férias onde seus avós, Bill e Elsie, trabalhavam para a família Crawford. Bill era o jardineiro local e cuidava da estufa de Wharton Park, onde lindas orquídeas eram cultivadas. E Júlia, quando criança, adorava acompanhar o trabalho de seu avô. Sendo assim, Júlia tem um carinho muito grande pelo local.

Júlia é uma pianista de sucesso que reside na França, mas que retorna a suas origens na Inglaterra após vivenciar uma grande, triste e dramática tragédia familiar. Enquanto tenta se reerguer de seu drama Júlia recebe o convite de Alícia para um leilão na propriedade de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford.  Kit precisa leiloar os objetos do local e vender a propriedade porque a herdou com muitas dívidas, não tendo condições de reformar a propriedade e saldar as dívidas herdadas.

Resenha A Casa Das Orquideas Livro A Casa Das Orquideas

Durante uma reforma em Wharton Park o Kit encontra um diário de alguém que esteve na segunda guerra mundial e vivenciou os horrores e a miséria de ser prisioneiro de guerra.  Kit entrega este diário a Júlia e eles desconfiam que o diário possa ter sido do vovô Bill, por isso procuram a vovó Elsie, para descobrirem o segredo que aquele diário traz em suas páginas.

Então começa uma narrativa da Elsie, e somos transportados para a época da segunda guerra mundial onde Olívia e Harry Crawford vivenciaram um relacionamento e se casaram, mas tiveram suas vidas e seus sentimentos afetados pela guerra e por diversos acontecimentos. E, essa história de alguma forma afetou a propriedade e também a vida de todos que moravam e trabalhavam lá e até mesmo de suas gerações futuras. Durante esta parte da história somos levados à Tailândia e somos apresentados aos costumes do povo tailandês e as características da cidade.

O livro é repleto de segredos, mentiras, paixões e reviravoltas, e isso me prendeu na história de uma forma fantástica! Vai do presente ao passado e do passado ao presente diversas vezes e conhece a França, a Inglaterra e a Tailândia em vários aspectos, tanto no passado como no presente. Além disso, despertou vários sentimentos: chorei, ri, me apaixonei, sofri, fiquei sem folego…

Resenha Lucinda Riley

Sabe quando você lê um livro e não encontra um personagem principal, que todos fazem parte da história da mesma forma? Esse livro é assim, e recomendo ele para todo mundo que goste de romance rico, completo e perfeito!!!

Frase

E ai, o que acharam da história do livro? Já leram? Me conta aiii!!

Beijos

2 Replies to “A Casa das Orquídeas (Lucinda Riley)”

  1. Uau, que livro lindo, amo livros grandes e adoro romances ricos em detalhes e que mesmo assim todos os personagens tenham atenção! Amei a sua resenha as imagens ficaram lindas parabéns!
    http://mulhereseseusdesejos.com.br/

    1. mundodapaula says: Responder

      Obrigadaaa!! Que bom que gostou! Beijos

Deixe uma resposta