A importancia das fibras na alimentação

Oiii gente! Tudo bom com vocês?

Mais um mês começou e as promessas de ano novo veem logo na cabeça… E uma das que fiz foi me alimentar melhor. Já estamos em junho e não posso dizer que minha alimentação tá 100%, mas melhorou muiiiiito! Antes eu comia batata frita de duas a três vezes na semana, fast food praticamente toda semana, salada?? Nunca. Mas posso dizer que melhorei em 70%. Como salada quase todos os dias, fritura só fim de semana ou em eventos, doce tô comendo só na TPM, mas tenho que melhorar isso, pois fico 1 semana de TPM.

Comparando o início do ano com agora, melhorei bem a minha alimentação e voltei a fazer exercícios. Estava na academia, mas percebi que fazendo exercícios cardio meu corpo responde mais que musculação. E para me ajudar a emagrecer melhor e com saúde, ainda estou fazendo procedimentos estéticos.

O meu cardápio do dia-a-dia não procurei nutricionista, mas como já tinha ido há um tempo atrás e o que precisava era fazer uma reeducação alimentar, montei o cardápio por mim mesma. Diminui carboidratos, coloquei mais legumes, verduras, frutas e fibras.

E esse é o assunto do nosso post de hoje, fibras. Lembrando mais uma vez, não sou nutricionista, esse é um post de pesquisa e de opinião própria. Antes de fazer qualquer mudança na alimentação procure um nutricionista, tá?

fibras alimentares

Para começar, você sabe o que é fibra alimentar?? A fibra alimentar compreende as partes comestíveis dos vegetais que o nosso intestino delgado é incapaz de digerir e absorver, passando para o intestino grosso intactas, são eliminadas diretamente nas fezes e contribuem para um bom funcionamento do intestino.

Elas desempenham um papel muito importante para o bom funcionamento do organismo e, consequentemente, para a saúde. Desta maneira, devemos incluir esse tipo de alimento no dia a dia, a recomendação de ingestão de fibras é de 25 a 30 gramas/dia. (equivalente a duas colheres de sopa de Farelo de Aveia, por exemplo, combinado com alimentos integrais, legumes, verduras e frutas).

Uma boa forma de consumir as fibras é acrescentá-las na salada, iogurte, sucos, entre outros. Substituir o pão branco, arroz e macarrão pelos integrais, consumir mais frutas, verduras e legumes ao longo do dia também são bons exemplos. Maçã, pêra, morango, amora, framboesa, laranja, couve, cebola, alho, milho, lentilhas, feijão, ervilhas, farelo de trigo, aveia integral, chia, granola, quinua e pão integral são alguns dos alimentos que possuem fibras.

Mas porque elas são tão boas assim para a nossa saúde? Calma ai que vou te contar…

Além do controle glicêmico e de peso, as fibras são fortes aliadas no combate de outros problemas bastante comuns, como a redução do colesterol, ajuda no bom funcionamento intestinal e previne o aparecimento de câncer intestinal.

No controle de peso elas funcionam da seguinte maneira: quando ingerias, as fibras formam uma pasta em seu estômago que faz com que o alimento seja digerido lentamente, resultando em uma absorção gradual do açúcar. Isso é muito importante, porque quando o açúcar é liberado rapidamente em seu sangue você tem uma grande concentração deste e, consequentemente, isso favorece o estoque de gorduras em sua barriga. Aumentam também a saciedade, ou seja, as fibras no seu organismo diminuem a sua fome e faz com que você coma menos. E pessoas que ingerem bastante fibras (de fonte naturais) acabam consumindo menos calorias e mais nutrientes devido a rica composição desses alimentos.

Viram só? A fibra só faz bem para a nossa saúde. É importante lembrar que o consumo de fibras por si só não produz efeitos se não houver uma ingestão razoável de água, cerca de 2 a 3 litros por dia.

Antes de mudar a sua alimentação, procure um nutricionista, ok?

Beijos

Deixe uma resposta