Cuidado! Alimentos perigosos para cachorros

Oii gente!! Tudo bom com vocês?? O post de hoje é para os apaixonados por cães assim como eu! Sabemos o quanto é difícil comer e ver aqueles olhinhos nos olhando pedindo o que estamos comendo, mas vocês sabiam que tem alimentos extremamente proibidos para os cachorros e que podem até mata-los? Pois é, nem tudo o que comemos podemos dar para nossos filhos de quatro patas.

Mas hoje eu vou mostrar aqui para vocês os alimentos proibidos e o porquê eles fazem mal e vou falar alguns permitidos também, porque é sempre bom dar um agrado, né?

Alimentos perigosos para cachorros

Cebola e Alho – Eles causam efeito negativo na saúde dos cães. Os dois alimentos podem ser responsáveis pela destruição de células vermelhas no sangue do animal, levando-o à anemia. Se for ingerido em grandes quantidades, o alho e a cebola podem causar intoxicação que apresentam sintomas como fraqueza, vômitos, apatia, falta de apetite e de ar.

Tomates verdes – não são um tipo diferente de tomate, são apenas tomates normais que ainda não amadureceram. Essa fruta, quando verde, pode causar arritmias cardíacas, dificuldade de respirar, salivação abundante, diarreia e até vômito. Se você mora em um local onde tem pés de tomate, cerque-os para que os cães não tenham acesso.

Massa de pão e bolo crua – O fermento contido na massa crua pode se expandir no estômago do animal e causar dor ou ruptura intestinal.

Chocolate – O chocolate contém teobromina, que é tóxica para um cachorro quando ele ingere de 100 a 150 mg por quilograma de seu peso corporal. É comum um cão encontrar uma caixa de chocolate e devorá-la de uma só vez. Portanto, se você suspeitar que seu cão comeu uma quantidade excessiva de chocolate, procure um veterinário pois ele pode até morrer com a overdose de chocolate.

Macadâmia – Basta uma pequena quantidade de macadâmia para o cão ser envenenado e até mesmo morrer. Isso porque esses tipos de nozes, se ingeridos, geram uma intoxicação grave com sintomas que incluem tremores musculares, fraqueza ou paralisia dos membros posteriores, vômitos, temperatura corporal elevada e frequência cardíaca rápida.

Frutas com sementes – Geralmente o problema não são as frutas (frutos, na verdade), mas sim, as suas sementes. Isso porque os caroços presentes nelas podem causar uma inflamação no intestino delgado dos cães. Além disso, as sementes também podem causar obstruções, hemorragias e até envenenamento. Evite ao máximo que os cães comam as sementes e os caroços das frutas.

Doces e comidas açucaradas – Os doces em geral e alguns produtos de panificação possuem o xilitol, uma substância responsável pelo aumento da insulina que circula no corpo do cachorro. Caso isso ocorra, haverá uma alteração na taxa de açúcar do cão que pode levá-lo a insuficiência hepática. Os sintomas iniciais incluem vômitos, letargia e perda de coordenação. Eventualmente, o cão pode ter convulsões. A insuficiência hepática pode ocorrer dentro de poucos dias.

Abacate – Toda a planta do abacate – semente, casca, folhas e fruto – contém uma substância denominada Persin, que é altamente tóxica e letal para cães. Procure evitar qualquer tipo de contato.

Uva ou uva passa – Ainda não se sabe ao certo o motivo dele não ser bem aceito, mas uvas e passas sabe-se que elas estão associadas à insuficiência renal precoce, vômitos e podem deixar o cão bastante apático.

Tá vendo gente.. Alimentos que para nós fazem bem, para eles podem causar até a morte! Eu dava uva direto para a minha cachorrinha, mas quando soube disso parei, e graças a Deus nunca aconteceu nenhum mal a ela, mas poderia ter acontecido, né..

Mas se você quer dar um agrado para seu cão, anota aí o que ele pode comer: maçãs (sem caroço), morango, cenoura (crua ou cozida), vagens, banana (congeladas são ótimas para o verão), mirtilo, melancia (sem semente), alface, espinafre e pasta de amendoim. Tem também os que cozidos podem ser dados, que são: abobrinha, pipoca (sem sal ou manteiga), batata doce e frango (ou outra carne cozida, com moderação e sem tempero).

Então gente, eu espero que esse post tenha ajudado vocês com seu cãozinho!

Beijos

Fontes:

www.luisamell.com.br

www.tudosobrecachorros.com.br

www.linkanimal.com.br

www.portaldodog.com.br

Deixe uma resposta